quarta-feira, 29 de julho de 2009

ONU do Pari.


Arthur de 5 anos, estuda em uma escola muito especial, em uma região da cidade onde vivem várias colônias em harmonia: Gregos, Libaneses, Armênios, Coreanos e Bolivianos. Nesta escola as religiões de todos são respeitadas.
Quando iniciou a guerra do Líbano, Arthur testemunhou uma preocupação da professora com as crianças Libanesas que haviam viajado para lá em férias, e com sua costumeira vivacidade ponderou:
-Sabe tia Zuleid, a minha professora hoje pediu que a gente rezasse, orasse, fizesse prece ou oferenda para o "DEUS" que a gente acreditasse, prá não acontecer nada com o Samir, o Wadhi e a Laila;
Aí eu pensei, se lá no Líbano as pessoas também fizessem isto, não teria guerra! Acho que o que acontece lá é que eles não têm professora que ensine isto quando são crianças, então eles crescem achando que são inimigos!

Um comentário:

Flávia disse...

Nossa Zu, a sua memória é fantastica!!! Lembrar de tantas histórias de tantas crianças que já passaram e passam em seu consultório, só gostando realmente do que se faz para se recordar com tanta dedicação de todos. Obrigada por tudo, pelo carinho com o Arthur e a Mari, obrigada por ser minha segurança nos momentos de incertezas que tive com a Mari, por me entedenter e transmitir a segurança que precisa naqueles momentos.

Obrigada por toda dedicação carinho e compreenssão que Deus continue enchendo seu caminho de muito amor e luz.

Bjs amamos vc.